O Paraíso dos Bichos

porque até os “bichos” tem um paraíso… afinal de contas, não existem “bichos”… tudo depende de quem os vê... e com os olhos que os vêem…

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Imagino-te…

Mais uma noite recordando quando aparecias nas asas da noite, como anjo perdido num céu qualquer.
Vinhas com o vento que soprava de Norte, para acalmar a minha vida...
Escorrias, como a chuva, pelo meu corpo que se entregava à tempestade...
e sentia-te, sem que me tocasses, como se fosses nada, invadindo todo o meu ser…
Davas-me de beber, como se fosses fonte de água fresca, que acalma o calor do Verão…
Cantavas-me ao ouvido, como se de música fosses feita...
Acariciavas-me a alma, com a tua voz, inaudível, que apenas eu escutava...
Quebravas em mim o silêncio dos passos perdidos num caminho que trilhava em busca de ti…
E era na madrugada da vida que te encontrava, como utopia, como desejo por concretizar, como aposta perdida, como quadro por pintar…
Afinal, é-me sempre permitido sonhar, recordar… mesmo quando os sonhos não passam disso mesmo, mesmo quando a realidade ofusca o brilho da esperança, mesmo quando, já não tenho forças para acreditar…
Agarro-me, ao corpo desnudo que gravei, sinto como meus os relevos da tua pele, inalo os aromas que guardei de ti, e faço-te, MULHER, diante de mim...
...moldando com minhas mãos o ar, o vazio, como se ganhassem formas voluptuosas de ti própria… contornos que apenas eu sei, imagens que apenas eu vejo…
E amo-a, como só o criador pode amar a sua criação, como só o poeta percebe a dor do seu poema, como só o artista compreende a sua arte…

Inspirado num blog de uma amiga (Lady B.)


segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Votos de Felicidade

Pessoas consideradas inteligentes dizem que a felicidade é uma idiotice, que pessoas felizes não se deprimem, não têm vida interior, não questionam nada, são uns bobos alegres, enfim, que a felicidade anestesia o cérebro.
Eu acho justamente o contrário: cultivar a infelicidade é que é uma burrice. O que não falta nessa vida é gente sofrendo pelos mais diversos motivos: ganham mal, não têm um amor, padecem de alguma doença, sei lá, cada um sabe o que lhe dói. Todos trazem uns machucados de estimação, você e eu inclusive. No que me diz respeito, dedico a meus machucados um bom tempo de reflexão, mas não vou fechar a cara, entornar uma garrafa de uísque e me considerar uma grande intelectual só porque reflito sobre a miséria humana. Eu reflito sobre a miséria humana e sou muito feliz, e salve a contradição.
Felicidade depende basicamente de duas coisas: sorte e escolhas bem feitas. Tem que ter a sorte de nascer numa família bacana, sorte de ter pais que incentivem a leitura e o esporte, sorte de eles poderem pagar os estudos pra você, sorte por ter saúde. Até aí, conta-se com a providência divina. O resto não é mais da conta do destino: depende das suas escolhas.
Os amigos que você faz, se optou por ser honesto ou ser malandro, se valoriza mais a grana do que a sua paz de espírito, se costuma correr atrás ou desistir dos seus projetos, se nas suas relações afetivas você prioriza a beleza ou as afinidades, se reconhece os momentos de dividir e de silenciar, se sabe a hora de trocar de emprego, se sai do país ou fica, se perdoa seu pai ou preserva a mágoa pro resto da vida, esse tipo de coisa.
A gente é a soma das nossas decisões, todo mundo sabe. Tem gente que é infeliz porque tem um câncer. E outros são infelizes porque cultivam uma preguiça existencial. Os que têm câncer não têm sorte. Mas os outros, sim, têm a sorte de optar. E estes só continuam infelizes se assim escolherem.

Martha Medeiros

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Desejo...de ti


No segredo das tuas maravilhosas carícias,
No murmúrio da tua voz tão masculina,
Eu ouço a minha pele se arrepiando de prazer.
Teu olhar louco sonda os meus lábios,

"Beija-me, dá-me a tua língua",

Aiii, quanto tempo mais...

Deixa-me dizer que amo a tua companhia por demais
Eu fico imóvel na tua presença
Como rato hipnotizado pelo gato,
Sinto-me pequena mas tão poderosa,
Assim, quando os meus beijos sondam
o teu desejo.


NEOQEAV

Lili

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

For you...

video

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Teu corpo no meu…

O teu corpo me realiza,
me enlouquece de tesão,
me deixa louco de desejo…


Fecho os olhos
e fico imaginando
e me delicio com nossos momentos...


Entre quatro paredes não há barreiras,
nem limites para a nossa ganância
de poder, tara, tesão, desejo e pura sedução…




O nosso desejo exala perfume,
a nossa história é única,
(pelo menos para mim…)
pura sem deixar de ser sensual
e bem safada ao mesmo tempo…


Sempre quero mais
a todo momento,
seja á luz do sol,
seja á luz das estrelas…


Basta o teu olhar
e meu corpo se une ao teu,
nossas bocas se tocam,
nossas línguas se enlaçam
nossas mãos se movem energicamente
sem pudor explorando cada gruta vulcânica
em sintonia dançante dos nossos corpos que vibram,
enrijecem e se acendem como faróis num poder total de cura,
de alivio, fogo, tesão e paixão num encaixe perfeito
como o côncavo e convexo.


Ahhhh, desejo, tesão… será apenas isto que sinto em relação a ti
fecho os olhos quando quero ver-te
linda, sorridente e com esse ar deliciosamente safado
é delicioso imaginar o que fazemos entre quatro paredes,
sem receio, sem vergonha e sem pudor….


Ahhhh, desejo esse perfume
que exala quando te amo
é o puro perfume de uma história de vida
de carinho, atenção e prazer…


Ahhhh, desejo como não querer
mais e mais de você,
se foi te ver e enlouquecer
meu desejo por ti é tão imenso e intenso
quanto no primeiro dia em que te tive…


Realmente é o côncavo e o convexo,
o verdadeiro fogo da paixão...

IMYT…

Uivos


Suspiros viram gritos,
E a noite estende-se,
Prende-se.
As correntes apertam os pulsos,
e o coração desfalece.

Ousadia, pureza esquecida,
Os olhos escurecem,
Aqui morre a gatinha.
O corpo estremece.

Na madrugada fria,
Nasce outro bicho...
Uma mulher bandida,
Que já te conhece.

Vinda do fogo, chamas,
Labaredas,
Aqui está ela, já suada,
Atrevida,
Ofegante e perigosa.

Ela pula á janela.
Levantando a cabeça,
Ela sente o teu cheiro
Inebriante,
Delicioso.

Levada pelo faro,
E pelo coração,
Pela vontade louca
E inebriante do tesão.
Ela penetra no teu quarto...

Respiras lentamente,
Adormecido e tão belo,
Nu e descoberto,
És uma louca tentação.

Despertas...na humidade da língua dela...

Sim...ela prendeu-te aí...
Nesse sítio sem protecção,
Quente,
Brasas manhosas, chupadas,
Língua aguçada, tão deliciada...

De cima a baixo,
Ès devorado, lambido,
Intensamente acariciado,
Saboreado,
Momentos de gula...

A safada não te larga,
Mordiscando-te as orelhas,
Fazendo-te truques obscenos,
Deixando-te sem palavras.

Mas não te deixas mais levar.
A safada vai pagar, vai sentir...
Coladinha á parede,
Teu peso vai suportar...

Tu penetras nela,
Ela solta uivos roucos,
Ela grita, ela suplica,
De tanto te desejar.

E tu gemes enraivecido...

Teu corpo engole o dela,
Peles e suor envolvem-se,
A bandida voa,
Pelas ancas pendurada,
Lambida, rendida á tua sede, á tua fome danada.

O sol espreita á janela,
Por onde a safada penetrou,
Lambes-lhe o sal do pescoço,
Retens-lhe as lágrimas do rosto,
E ela...quer-te...loucamente...


O dia começa,
quente, suado e insano,
Entre cheiros e lençois...


IMYT SM...

NEOQEAV

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Desejos proibidos...


Desejos proibidos, lascívia, tesão
Teu sexo em minha boca
Meu sexo em tua mão
Você já quase louca
Caindo em tentação



Assim fica difícil, não quero mais parar
Vou nessa com você
Onde você está?
Não quero nem saber
Mas eu quero jogar



Um jogo sem regras e sem nenhum juiz
Onde eu posso ser louco
Mesmo só por um triz
Fazer de tudo um pouco
Sem medo de ser feliz...





IMYMKL...


A Simple Hug...


There's something in a simple hug
That always warms the heart;
It welcomes us back home
And makes it easier to part

A hug's a way to share the joy
And sad times we go through,
Or just a way for friends to say
They like you 'cause you're you

Hugs are meant for anyone
For whom we really care,
From your grandma to your neighbor,
Or a cuddly teddy bear

A hug is an amazing thing -
It's just the perfect way
To show the love we're feeling
But can't find the words to say

It's funny how a little hug
Makes everyone feel good;
In every place and type,
It's always understood

And hugs don't need new equipment,
Special batteries or parts
Just open up your arms
And open up your hearts

by Johnny Ray Ryder Jr

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

I want to eat you !!!!




Yes I want to eat you
Je veux te dévorer
Comer-te, sentir-te a deslizar na minha garganta,
Roçar-te no meu estômago,
Digerir-te com o ardor do meu tesão

I want to eat you,
To love you,
Je veux te dévorer,
Esfolar essa carapaça,
E por o teu coração a nu.

Yes I want,
I need to eat you,
Tirar-te essas calças,
Te sucer,
Roer-te, consumir-te
Ouvir os teus gritos roucos.

Please be mine,
Fica dentro de mim,
Fica,
I want you...always...
Always inside me...

NFHMILY
Lili




quinta-feira, 7 de janeiro de 2010


NEOQEAV

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009


SIM TUUUUUU !!!! Meu adorado e lindo safado.....
ILY SM TM

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Palitinho e Fosforina Apaixonados




Palitinho amava Fosforina


gostava muito dela.


Com a sua figura franzina,


que quente era ela.


Mas seria amor ardente


o de um fósforo e de um palito ?


Pois muito literalmente


incendiou-se o pauzito. (lol)




Tim Burton




BOAS FESTAS MKL....


segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Sonhos inacabados...


Voei para muito longe,
Nas asas de um desejo,
poisei à beira da tua cama,
para te acordar com um beijo.

Fechaste os olhos para sentir,
o toque quente do meu beijo,
nenhum de nós queria acordar,
interromper este sonho e desejo.

De sonhos e desejos,
é assim que vou vivendo,
as longas noites frias,
em que me vou perdendo.

Perco-me em sonhos,
em desejos incendiados,
pela vontade de te amar,
nos sonhos inacabados.






Never forget how much I love YOU


Never forget how much I Love


Never forget how much


Never forget how


Never forget


Never


Never forget ME




NEOQAV


quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Silhuetas




Silhuetas vagueam pela noite,
a tua e a minha,
se procurando,
se misturando,
se amando.
Silhuetas que se confundem,
entrelaçadas, amarradas,
na penumbra da selva,
nas paredes do quarto,
no chão, na cama desfeita.
Silhuetas atrevidas
na secura dos lábios,
na humidade da boca,
inebriadas nos cheiros,
deliciando-se,
saboreando-se.
Silhuetas famintas,
Comendo-se, extasiadas,
contorcionistas vorazes,
Agarradas,
iluminadas,
loucas de paixão,
loucas de tesão.
Silhuetas bem vivas
quentes
olhares acesos
inevitavelmente atraídas,
no conforto
dos beijos e carícias.
Silhuetas que se amam,
encaixadas,
umas horas,
uma noite,
no encanto de uma vida...



Imortalizadas.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Parabens...

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Foi Feitiço...

É tão bom sentir-te


Sente o quanto eu te quer desfrutar,
A magia deste instante ultrapassa a minha
imaginação.
Faço movimentos lentos, e sinto-te,
Ai como eu te sinto
a penetrar o meu corpo.
Repara no meu rosto,
Toca na minha pele,
e cheira-me, cheira o tesão que emana de mim,
de ti, dessa euforia por te ter assim,
simplesmente dentro de mim.
Arrepios percorrem as minhas costas,
fico quase imóvel,
é loucura,
é fascinante o prazer que tu me dás.
Dá-me a tua boca, deixa-me roçar os meus
lábios nos teus,
Eu quero beber o nectar desse cálice da paixão,
do amor,
da insanidade constante na qual mergulhei
desde que eu te conheci.




sexta-feira, 30 de outubro de 2009

O encanto do prazer




Encosta o teu corpo ao meu. Dá-me esse teu prazer
Morde-me os lábios, enfeitiça-me com o teu gemido
Fala-me ao ouvido
O que tiras de mim. Ouve o som do meu corpo fazendo balançar o teu corpo.

Não grites. Apenas sussurra.
Dá-me a tua essência de Mulher. Beija-me
Canta-me
Encanta-me
Faz-me revirar os sentidos. Eu sou teu.
Será que tu és minha? Deixa que o teu prazer me responda.
Tira a tua máscara... Vem, deixa que te dispo.

Contornando o teu corpo, faço de ti um jardim de rosas.
Rego-as com a nossa transpiração.
Toma o meu coração.
Este momento chama-se o encanto do prazer
Fecha os olhos
Sente-te, sente-me
Canta-me
Encanta-me




quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Biquinhos esfomeados...



Como tua AMA....neste momento só te transmito este desejo :


Beija, agarra, apalpa, acaricía, suga com avidez meus seios.... e alimenta-te neles...
Chupa, trinca, lambe, mordisca, atormenta meus biquinhos tensos e loucos por tua boca faminta...
...Desejo-te tanto...quero-te e necessito sentir-te....aqui.. preso pela boca como peixe no anzol....preso a mim...e eu completamente submissa a ti...
IMYSM

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Desejo incontrolável...


Respiração ofegante...
em beijos línguais...
salivados em gemidos sussurrados
teus e meus ais...
toque, pele, cheiro
meu sexo volumoso latejando...
é desejo...
intumescendo os mamilos
implorando minhas mãos
são eles...
belos e convidativos teus seios...
espasmos infindáveis...
em segundos intermináveis
vulva quente
húmida...
efervescente...
corpo em turbilhão...
perdemos a noção...
adrenalina
és dengosa e felina
tesão...
estocadas sem fim
eu em ti
num vai e vem
gostoso... isso
bem assim...
escorregadio
insaciável...
membro rijo e penetrável...
numa delícia incontrolável...
em corpos ofegantes
flamejando e saciados...
sentes escorrer em tuas coxas
o meu gozo morno e molhado...

"Podes ser somente uma pessoa para o mundo, porém, para alguma pessoa tu és o seu mundo..." (Gabriel Garcia Marquez)

Águas fundas



Sentada encima de ti,
eu olho para os teus lábios roxos que eu acabei de sugar,
e de olhos fechados, tu largas um leve gemido,
enquanto te enterras perigosamente nos meus pântanos.
Deslizas...enterras a cabeça em sonhos de luxúria
e deixas-te levar, sugado, até tocares no fundo.
Eu mexo-me, fazendo ondas nas águas turvas
trazendo-te de vez em quando á superficie:
Mas teu louco mergulho deu-te sede, uma terrível sede,
que de imediato sacias nesta fonte que escorre para ti.
Agarrando-me pelas coxas, bebes com avidez,
delicias-te, sugas-me, absorves-me, consomes-me,
em gemidos loucos te entrego meu gozo
na tua boca sedenta.


IWY !!!

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Desarmada

Sinto o teu suor escorrendo no meu corpo,
na minha carne crua e nua,
mergulhando-me num desespero profundo,
o de não poder gritar.
Os meus gemidos soltam-se e morrem
na minha boca amordaçada,
e eu vou sufocando aos poucos
neste tesão sem piedade
que não se deixa libertar.
Cada pulsação retém prazeres intensos
arrasando-me, descontrolando o meu ser,
e eu sucombo aos teus assaltos,
desarmada, louca, finalemente domada.
Porque só tu sabes onde me tocar,
me deixando assim sem jeito,
o delírio gritando nos meus olhos
e o calor da paixão, cobrindo as minhas coxas.
Tentaste-me,
arrasaste-me,
domaste-me
e libertaste-me das minhas correntes pesadas,
deixando tuas marcas
como este nectar delicioso
faiscando no meu peito.

IWY SM

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Rende-te !


Rende-te ao anseio da minha boca
dá-me um beijo....peço-te,
sê por instante só meu,
anda, sacia os meus desejos.
Deixa que o céu nos observe,
eu cavalgo-te sem vergonha
e se a madrugada corar
tu cobres-me com os teus beijos.

Sofro por tanto te querer
“Quero-te” gemo eu...
arrasta-me para esses vales
onde nosso prazer é rei
onde quero gozar, explodir
e adormecer, rendida
nos teus braços.
Anda, sente e prova este desejo todo
que escorre da minha pele
e do meu ventre,
prova, e rende-te ao anseio do meu corpo
que te quere... como eu te quero !
Rende-te e deixa-me toda suadinha ...


segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Sentir-te



Eu sinto-te permanentemente, mas nada se compara ao teu olhar presente.
Imagino-te dia e noite, roçando-te na minha pele cor de cera e depositando surrateiramente uns beijos quentes no meu corpo.
Imagino a tua boca sedenta continuando a viajar, e tremo sob as tuas trincas divinas e o teu jeito de me provar da ponta da língua. Eu tremo por te ter como eu tremo por te não ter.
Não há maneira de ficar isenta ao fascínio que me causas.

"Fecha os olhos", me dizes tu, passando dois dedos sobre as minhas palpebras, e eu executo-me com um tímido sorriso.
...e tu continuas o teu percurso, prendendo-me aos meus desejos, a esta vontade de me dar por inteira á fome da tua boca.
Mordiscas-me o bico dos seios, como se fossem duas cerejas maduras e sumentas, fazendo-me soltar um gemido carente. E eu contorço-me, gemendo cada vez mais, rendida á magia da tua presença e á forma única que tens de me tocar.
Tuas mãos passeiam sobre mim, deixando uma núvem de desejo nos meus olhos, no meu olhar louco e distante. E tu desces, brincando até chegares á entrada de um labirínto no qual gostas de morder, no qual gostas de te perder, no qual me perco contigo em orgasmos repetidos e de onde partimos para um mundo onde só existimos nós os dois.


sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Apertada


A saudade aperta-me....mas não só a saudade...
Aperta-me este sutiã,
onde meu peito doloroso morre aos poucos
por não se libertar nas tuas mãos
e expandir-se sob o toque da tua língua.
Apertam-me estas calças,
que tu amas baixar com força
para me amarrar as ancas,
e encostar-me feito louco contra a parede,
contra o teu ventre.
Aperta-me este lenço,
que tu usas, safado,
para me tapar os olhos
e para me amarrar á cama,
onde rendida,
sucombo ao apelo dos teus beijos
e dos nossos desejos.
Que saudade sim...
Parece-me que as paredes têm encolhido desde a tua ida,
que o oxigénio ficou mais raro
...e este tecto, frio e cínico, entesoado por me ver nua,
não tira o olhar de cima de mim.
Aperta-me esta cama,
onde me quero afundar
e esquecer esta solidão amarga.
Aperta-me esta vontade de gritar por ti
e de te pedir mais uma vez
que me apertas nos teus braços
com força,
sem receio.
IMYSM

terça-feira, 13 de outubro de 2009

IMY...VM...TM



Minha cabeça está assombrada
pela tua ausencia safada
teu corpo rebolando sobre o meu
insónia, loucura, desejo insaciável.
Beijos, percorrem a noite,
na minha pele com sabor a ti,
unhas partidas no colchão
vontade, desejo e tesão.
Minha janela está aberta,
a brisa enrosca-se em mim,
deliciando um desejo tão grande
tuas carícias, teu geito de homem.

Anda, sonho das minhas noites,
dos meus dias e madrugadas,
entende estas minhas palavras
como um pedido, um desejo querido.
QUERO-TE...não sei dizer melhor
por isso anda, feito vento, feito homem,
mas anda, corre para mim
eu quero-te e não sei dizer melhor.

Neste momento, penso em ti...



Neste momento, penso em ti e então queria transformar-me em vento para chegar-te como uma brisa fresca e tocar de leve em tua janela...
E se tu me ouvisses e me permitisses entrar, eu enroscaria em ti quase sem te tocar...
Roçaria em teus cabelos... sopraria mansinho em teu ouvido... beijaria tua boca macia... e embalar-te-ia em meu carinho...
Mas eu não sou vento... e agora sou só pensamento e estou pensando em ti... e se abrires a tua janela, eu estou chegando aí, agora... neste momento, em pensamento... no vento…

IMY... SM..

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Quero...


Quero penetrar em teu pensamento,
Antes mesmo de em teu corpo penetrar,
Quero saber, quando chegar o momento,
O que tu mais desejas no acto de amar,


E quando penetrar teu corpo sem receio,
Vou encher-te a imaginação com prazer,
Vou me achar em teus braços e nesse meio,
Quero levar-te a lua e fazer-te desfalecer,


No vai e vem ritmado ou quase louco,
Com arranhões, gritos e beijos de mel,
Lambuzar o teu corpo todo, pouco a pouco,


E num último espasmo subir quase ao céu,
Ambos, embriagados e soltando suspiros roucos,
Gozando juntos, sem pudor e nenhum véu.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Volta



Os meus olhos estão embassiados de lágrimas...
Os meus olhos assim como este espelho que está á minha frente.
Já não vejo o teu reflexo.
Já não te sinto.
Onde estás ? Quem te prendeu ?
Eu sei que estiveste cá...tenho a certeza que não foi sonho apenas.
Ainda sinto os bicos dos meus seios a latejar....sinto ainda
teus dentes...
Teu doce hálito ainda passeia na minha pele....deixando saudade...
Teu cheiro...aiiii...esse teu cheiro que me enche de tesão....
Eu não posso ficar assim, te "sentindo" sem te sentir !!!!
A cama está desfeita, estou despenteada e nua, toda molhada !!!
Mas só...terrivelmente sozinha...onde estás ? Quem te levou ??
Quero-te....não me deixes assim aninhada á tua espera....
Volta.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Desejo-te tanto !



A noite está quente e húmida, e eu desejo-te tanto, que e minha boca sobe e desce vaidosa por te ter.
Chupo-te, faminta, desejosa e arrepiada, e tu estás quente, de olhos fechados, a ferver por todo o lado.
Teus suspiros, teus gemidos, eu nem queria parar mas tu levantas-me, de uma só mão, lentamente para me beijar.
Prendes-te aos meu lábios como abelha numa flor, e eu suspiro, eu rendo-me, ao teu aperto, e ao teu sabor.
Quero-te ! Não vês ? Meu seios oferecem-se a ti... rompendo com os seus bicos os tabus de um desejo sem fim.
Tu não dizes nada, tu tocas-me, absorvas-me, respiras. E eu fico pálida, suada, gozando os teus dedos gostosos... que se afundam dentro de mim.
Hummm....desejo-te tanto... pega-me, lambe-me, come-me e guarda-me dentro de ti....para aquelas noites e aqueles dias que passas longe de mim.

For you...NFHMILY

Quero...




Quero massajar o teu corpo,
Como se te prestasse um tributo de paixão.
E com minhas mãos, como que num ritual,
Percorrer-te todos os caminhos,
E dele extrair a chama da combustão.
E cheirá-la por inteiro,
No ardor de farejar o âmago de tua alma fêmea.
E beijá-la voluptuosamente e com meus lábios,
Sorver o suor ensandecido de teus poros,
Quero, então, corpos unidos,
Dançar ao som de teus gemidos e sussurros,
A dança terna e alucinante do amor...


terça-feira, 6 de outubro de 2009

Caçador furtivo



Caçador furtivo,
de arma apontada,
eu não quero morrer
por isso mata-me sim
lentamente, mas só de prazer.

Anda e trás as tuas armas pecaminosas,
eu não te tenho medo,
eu não me importo,
eu tremo sim, tremo e ardo tanto
mas é só desejo, fome de te ter.

Estou aqui, nua, caída num bosque,
perdida, desconsolada e só,
num lugar onde só tu me vais procurar,
onde só tu me podes encontrar.

Anda, misterioso predador, anda cobrir-me,
deixa-me cuidar das tuas armas,
eu não estrago, eu prometo,
apenas te quero sentir, e amar..
quero apertar-te e gemer, até á morte lenta
que ferozmente me fazes desejar.

Anda, caça-me,
eu amo o perigo que representas,
eu amo o sabor da tua pele,
e estou louca,
louca por sentir o toque das tuas armas
e a dor suave dos teus tiros insanos,
bruscamente disparados no meu corpo.


IMY SM

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Desejos proibidos...




Desejos proibidos, lascívia, tesão
Teu sexo em minha boca
Meu sexo em tua mão
Você já quase louca
Caindo em tentação
 

Assim fica difícil, não quero mais parar
Vou nessa com você
Onde você está?
Não quero nem saber
Mas eu quero jogar


Um jogo sem regras e sem nenhum juiz
Onde eu posso ser louco
Mesmo só por um triz
Fazer de tudo um pouco
Sem medo de ser feliz...

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Quero tudo outra vez...




Ainda quero
tua fantasia marota...
teu carinho mimado...
tua palavra rouca...
teu abraço apertado...
tua respiração ofegante...
teu sonho colorido...
teu beijo molhado...
teu olhar no meu olhar...
teu desejo guardado...
tua mão apressada...
teu cheiro embriagador...
tua paixão desenfreada...
teu calor apaixonado...
tua língua penetrante...
teu tesão incontido...
teu amor compassado...
teu sexo quente e voraz...
tua cavalgada louca...
teu delírio eloquente...
teu gozo rasgado...
tua paz relaxada...
vem minha querida...
ohhhhhh....
eu quero mais...
quero tudo outra vez...

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Só sei desejar desta forma...



Eu não sabia o que iria acontecer quando t “encantei”, “namorei”, “seduzi”… se por um lado o “receio” era muito… por outro a “vontade” era cada vez maior… ou ponto de nada interessar… o que eu queria era estar contigo… primeiro “aqui” e depois “ai”… e cada dia o “ai” me tornava mais louco…
Uma tarde?
Uma noite?
Um fim de semana?
Uma semana?
A vida inteira?
Pouco interessava…
O que realmente interessava era que queria estar contigo…
A conversar?
A olhar-te?
A beijar-te?
Pouco interessava…

Não!!!!

Na realidade, após te olhar, beijar, sentir, cheirar… tudo passou a interessar…

Por muito efémero que fosse esse encontro ou se durasse a eternidade… tudo interessava, TUDO!!!

O teu toque, teu sabor, teu perfume…

NÃO!!!

O TEU CHEIRO…

Sim, o teu cheiro de mulher… único, inigualável… INEBRIOU-ME…

E como numa névoa, num sonho… entregaste-te em meus braços, à minha boca… e as nossas vestes caíram, como suaves pétalas de uma qualquer flor sedosa caem no Outono… para nunca mais regressarem à flor que as deixou tombar…

Foi impossível reprimir a ânsia do meu desejo, a ânsia do meu amor, da minha vontade, do meu tesão… e quanto mais te agarro, mais quero-te abraçar… quanto mais te beijo, mais quero-te saborear… mais quero passar minhas mãos pelo teu cabelo que sempre me fascinou… puxar-te para mim, morder-te os lábios, os bicos… sentir nossas respirações misturarem-se como exaladas de uma só boca… um só corpo… uma só união…

NÃO!

Dois corpos querendo-se unir por terem a mesma alma, a mesma vontade, o mesmo desejo, o mesmo sentimento…

A minha língua explora tua boca, teu corpo como se não houvesse amanhã… e tu GEMES… GEMES COMIGO…

Sempre tive a certeza que algo temias em mim… sempre achei que a ideia que tinhas de mim era bem diferente daquilo que sou na realidade…
Hoje o sei…
Sim, sinto o sabor disso nos teus beijos, nos teus abraços… correspondes-me, mas com alguma reserva, receio, restrição…

Talvez a culpa seja mesmo minha…

Talvez seja o reflexo daquilo que te fui mostrando de mim ao longo do tempo… sim, talvez…

Mas eu sempre fui ardente, desenfreado, descontrolado por vezes… e SEMPRE te desejei com fervor…
SEMPRE…

È verdade que por vezes para te “proteger” tento controlar este ímpeto de desejo que me assola, que me devasta, que me arrasta e destroça… mas que simultaneamente, me dá vida, me empolga, me extasia e emociona…

Receio de por vezes me mostrar “nu e crú”… por medo de te assustar… por medo de t magoar, inquietar… por medo de antecipar a tua fugida para longe de mim…

Não quero… nunca quis te perder… embora creio que isso vai ser inevitável… sempre quis, quero, que me conheças e saibas como realmente sou…
Porque não sou apenas desejo, tesão… não sou apenas amor, romântico, apaixonado…
Também sou FOGO, LABAREDA E CHAMA…
Reprimo continuadamente um desejo quase doentio, abafo incessantemente este grito que nasce, renasce vezes sem conta dentro de mim…

FOME!!!

Fome de TI…

Do teu corpo, das tuas curvas, tua boca, tua pele… que quero morder, lamber, beijar… que quero saborear…
Me basta a tua presença para todo o meu corpo ficar tenso, ardendo, consumido pelo desejo, tesão… que até o ar me falta…
Teu cheiro provoca em mim calor louco… loucura ardente…

TENS ESSE DOM…

consegues através do teu modo, do teu corpo suado… dos teus olhos cansados fazer despertar em mim sentimentos opostos… OPOSTOS???
Desejo, paixão, tesão, carinho, sensualidade, ternura, voluptuosidade, desejo de corpo… de sexo… de atenção… de amor…

Tem muito tempo que decidi não mais me amordaçar… porque não sou nenhum anjo… ou talvez seja um anjo demoníaco… ou um demónio angélico…
Mas na realidade… sou apenas um homem… um homem que deseja uma mulher… TU…

E eu SÓ SEI DESEJAR DESTA FORMA… com fervor, com loucura, incontrolável, com entrega…por vezes de forma mesmo irresponsável…
Será que me entendes?
Será que o “sentes” assim?
Como será que o “sentes”…
E como será… que o sentes TU!!!

Luxúria Profana



Como não te amar
Se tudo que sonho está em ti
Como não desejar-te
Se só tu sabes-me onde tocar

Ama-me na tua realidade
Realidade que os sonhos alimentam
Deseja-me em tua plenitude
Onde toco-te e nasce teu tormento

Purifica-me a alma o teu amor
Desejo-te tanto, e o tanto é pouco
Estás em tudo, sinto-te, toco-te
Fico triste... suspiro rouco!

Volta a sorrir por um momento
Meu amor é teu neste instante
Envolve-me no teu aconchego
Sente meu cheiro embriagante

Põe no tacto nosso gozo profundo
Entrega-te à nossa luxúria profana
Ama-me, fecha a porta do mundo
Cede os sentidos à mão de quem te ama

No tacto, na pele, no paladar
Com desejos insanos e luxúria profana
a mão de quem ama navega
o corpo coberto em chama…

video

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Coisas (não) ditas....



Se as palavras fluissem com facilidade da minha boca,
eu pedia-te para não as ouvir
porque seriam palavras proibidas,
pois talvez falassem de amor.
Deixo então minha pele, meus olhos, meu toque falar por mim,
menos perigosos, só te tocam no corpo..
(mas será mesmo assim...)
Meus gestos tornam-se mais safados...
mais e mais ...porque
cada vez mais te quero tocar
(que vontade de te acarinhar...)
saborear as tuas partes mais íntimas....
(saborear as tuas doces palavras...)
Vibrar intensamente ao sabor do teu gosto,
do teu orgasmo, do teu gozo.
Eu quero absorver o teu jeito de me querer..
Porque eu quero-te,
(quero-te aqui, comigo...)
quero-te na minha boca,
como um presente, um mel doce,
uma loucura, um desejo preenchido,
que só tu me podes dar a conhecer,
porque só contigo o quero conhecer..
Pega-me agora, com esse membro firme
ao qual minha boca já sucumbiu...
(sem dizer nada...)
IWYSM

Extase...



Alteras, mexes e exitas os meus sentidos,
meu corpo goza sem conta, morre e renasce
nos teus braços deliro, danço, viro-me,
perco o controlo sempre que me provas,
com a língua, com a boca, com os teus dedos,
quando me pegas, me rasgas, louco desvairado...
Quero-te assim, desejoso, entesoado,
deixando-me fraca, suada, molhada,
lambendo o suor dos teus lábios carnudos
que eu trinco, bebendo os teus gemidos,
louca, fico louca assim por baixo de ti,
por cima de ti, á frente, de lado,
de qualquer maneira, a qualquer hora,
na mesa no chão, em qualquer lugar,
pões-me louca, louca de tesão..

Desejo...



Cheguei me apropriando do teu corpo, te invadindo com as mãos, te apertando e te seduzindo. Puro delírio, te chamando de tesão; deixando-te louca; a ponto de uma explosão. Fazendo-te implorar por beijos meus, imploradores, sugadores e dominadores, fazendo entender que eras minha. Puro delírio, tuas mãos se apropriam de mim, tomando com carinho aquilo que te pertence, desejo... isso é desejo. Sentir em tua boca em pleno dia, na mesa do escritório sem repúdio. Louca, impulsiva me deixando louco de paixão, ajoelhada diante de mim… parecendo submissa… mas sou eu que estou submetido a ti.
Me queres por inteiro, suado, molhado; assim louco e escorregando em ti. Forte e ao mesmo tempo devagar, fazendo-te delirar… fazendo-te rebolar e “aprendendo” esta dança... delírio, enlouqueces sob o sofá e de quatro estás fraca de tanto desejo.
Imploras para ser teu... deixando-me louco de tesão... invadindo-te e tomando o lugar que sempre foi meu; suspiras por mim, teu rei, esse é meu trono... fazendo-me uivar como lobo sedento...
Agora é só alívio, desejo consumido; olho nos olhos e um sorriso de saber que eu sempre serei teu…

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Sonho ?



Aqui... á minha frente, sentado,
Eu sinto-te tanto... que até te vejo...
Estranho,
não me podes falar, nem beijar,
não me podes tocar,
como se uma força estranha te empedisse de o fazer..
Eu vejo-te sim, estás concentrado
...talvez para não seres tentado,
...mas qual a razão...
Eu aproximo-me de ti,
...mas tu não te mexes...
...será que te posso beijar ?
Eu tento, aliás...é mais forte do que eu,
eu tenho que te beijar,
...e beijo
...beijo ...
e tu despertas enfim...
puxas-me para o teu colo...
..e abraças-me, apertas-me contra ti,
...e beijas-me
...beijas-me...
mas eu solto-me,
e pulo para o chão...
Olho bem para ti...
tiro as minhas calças...
e viro-me de costas para ti, apoiada á parede...
...
"Anda, anda," digo eu de uma voz doce,
"e mostra-me que não és apenas um sonho..."

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Tenho vontade de....Ti !!






Como uma gatinha atrevida,
eu subo para cima de ti,
e tu deixas-me trepar,
assim, devagarinho, roçando-me,
toda arrepiada de desejo.
Tu sabes que a minha pele
anceia pela tua pele, pelo teu toque
e que nada mais quero
a não ser a tua pessoa.
E eu ligo a minha língua á tua
na doçura de um beijo,
mil vezes imaginado, desejado
e tu deixas.... também arrepiado,
que eu me alimente desse mel.
Ao teu ouvido sussurro
duas palavras atrevidas,
“quero mais” digo eu,
mordiscando a tua pele.
Murmuras uma resposta,
e eu fico rendida
à subtileza da tua voz,
e aos teus gestos sensuais.
Passas-me a mão na nuca
e percorres o teu caminho
cobrindo as minhas nádegas
com todo o teu carinho.
Acaricias as minhas ancas,
o interior das minhas coxas,
viras-me ao contrário
e cobres-me com o teu corpo.
Num beijo roubado
penetras a minha carne
e é com força e sem piedade
que roubas a minha alma.
Eu gemo e gemo mais
com o movimento das tuas ancas,
perco a cabeça, apaixonada,
pelo teu olhar agora em chamas.
NEOQEAV

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Tuas palavras




Não é curiosidade apenas,
é muito mais,
quando sinto o meu coração a bater
abrindo esta página.
Suspendo minha respiração, uns instantes,
para te ler,
pois tuas palavras arrepiam-me,
enlouquecem os meus sentidos,
autenticas brasas acesas,
na espectativa de te poder ver
de sentir tua carne.
Toca-me, toca-me com os teus lábios,
com a tua lingua, com as tuas mãos...
Abraça o meu desejo,
Abraça este instante em que me lês
Abraça-me como se fosse pela última vez...

IWY

Dois corpos…


Duas chamas que se encontram fazendo com que o desejo se torne forte, se transformando em um vulcão de emoções imaginadas, mas nunca sentidas...

Dois corpos...
Vivendo momentos inigualáveis que durarão eternamente marcados na carne, tão intenso quanto o fogo…

Dois corpos...
Que se unem em um só reduzindo o universo a um único e pequeno espaço…

Dois corpos...
Realização das fantasias mais profundas da alma do ser humano, escondidas por trás de um olhar... um suspiro…

Dois corpos...
Envolvidos pela paixão... sem palavras... somente o toque das mãos sobre a pele... suave como a pétala de uma flor e intenso como a chama da vela...

Dois corpos...
Que se entregam... inteiramente...

Com amor ou não... são dois corpos… fazendo amor!!!

Me abraça…



Me abraça, por favor,
Assim apertado,
Quietinha e calada…

Apenas me abraça,
Como se quisesses isso a vida inteira,
Como se eu fosse o único ou o primeiro…

Me abraça,
Deixe-me ficar em teus braços
Preso nesses laços
Que me unem a você…

Por favor, me abraça,
Um abraço forte
Que faça desaparecer até
Todos os meus receios e temores...

Me abraça, com paixão,
E prova que os meus sonhos
Não foram em vão...

Me abraça com ternura,
Enquanto ouço teu coração
Bater descompassado
Junto ao meu...

Me abraça e me fala,
Me fala tudo o que estas sentindo
E só então sentirás, saberás
O quanto és amada…


NFHMILY...

Dá-me a mão


Não largues minha mão
Nem essa dor que sentes no peito
Eu desejo-te sim e não é pouco
tu sabes,
tu tens que saber...
Porque essa dor também não me larga
Aperta-me, abafa-me
me consome.
Não me deixes por aí,
á sorte...
dá-me a mão sempre que poderes...
Adoro-te
Tu sabes
tu tens que saber...
IMYSM