porque até os “bichos” tem um paraíso… afinal de contas, não existem “bichos”… tudo depende de quem os vê... e com os olhos que os vêem…

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Desejo incontrolável...


Respiração ofegante...
em beijos línguais...
salivados em gemidos sussurrados
teus e meus ais...
toque, pele, cheiro
meu sexo volumoso latejando...
é desejo...
intumescendo os mamilos
implorando minhas mãos
são eles...
belos e convidativos teus seios...
espasmos infindáveis...
em segundos intermináveis
vulva quente
húmida...
efervescente...
corpo em turbilhão...
perdemos a noção...
adrenalina
és dengosa e felina
tesão...
estocadas sem fim
eu em ti
num vai e vem
gostoso... isso
bem assim...
escorregadio
insaciável...
membro rijo e penetrável...
numa delícia incontrolável...
em corpos ofegantes
flamejando e saciados...
sentes escorrer em tuas coxas
o meu gozo morno e molhado...

"Podes ser somente uma pessoa para o mundo, porém, para alguma pessoa tu és o seu mundo..." (Gabriel Garcia Marquez)

3 comentários:

  1. hummmm.....desejo....desejo....incontrolável sim....adoroooo ver-te a perder o controlo...adoro ver o teus bichos todos á solta e....sempre tão VORAZES....

    IWY

    ResponderEliminar